O encantamento

Cansado de buscar luzes
Nessas estradas da vida.
De andar por esses
Universos do inconsistente.
Cansado de calejar meus pés
Nas ausências de sabedoria
Eu parei para ver o mundo.
Sentei-me à margem dos caminhos
Para ver e sentir mais profundo,
Dar atenção às formas, às cores,
Às luzes, às reentrâncias,
Ouvir o murmurar do riacho.
Ao ver o mundo
Como nunca tinha visto antes
Ao percebê-lo com a intensidade
Dos meus anseios,
Eu tive o privilégio do encantamento.
A natureza tem luzes
De muita beleza
Mas é preciso querer vê-las.
Encantar-se é uma forma de intenso viver.
Pare um dia para ver o mundo.
Fora e dentro de você.
Deixe a simplicidade
Acender a tua imaginação
Fantasiar os teus sentidos.
Usufrua o esplendor da vida,
O belo da natureza
E encante-se.