IBGE 2020: inscrições para Censo Demográfico estão abertas

Em Osório são 43 vagas para recenseador e 7 vagas para agente censitário

Já estão abertas as inscrições para participar da grande seleção do IBGE em 2020. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou no Diário Oficial da União de 5 de março, os dois editais – nº 02 e 03/2020 que fixam as normas para realização do processo seletivo que irá preencher 208.695 vagas em todos as cidades do país nos cargos de Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) e Recenseador para a realização do Censo Demográfico 2020. O Cebraspe, coordenador da seleção, já recebe inscrições em seu site.

A previsão inicial do IBGE é de que contratos tenham vigência por até 5 meses para Agentes Censitários e até 3 meses para Recenseadores, podendo ainda haver prorrogação de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. Já as provas ocorrerão em todas as cidades que ofertam vagas.

Vagas no IBGE para Agente Censitário

O edital nº 02/2020 tem 28.138 vagas abertas para candidatos de nível médio completo, sendo:

  • 5.462 vagas para o cargo de Agente Censitário Municipal (ACM). O Agente Censitário Municipal (ACM) atua na coleta de dados e cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas; acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística do entorno de domicílios para obter o conhecimento prático; acompanhar sistematicamente o andamento da coleta de dados nas áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisor, bem como equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta, além de efetivar a contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores
  • 22.676 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor (ACS). Já o Agente censitário supervisor deve acompanhar os recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas quanto à identificação dos limites dos setores censitários e percursos, visando à cobertura correta de suas áreas de trabalho; monitorar a produtividade dos Recenseadores; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores; auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los; colaborar na organização e na administração do Posto de Coleta; planejar, organizar, supervisionar e avaliar a execução da coleta de dados realizada pelos Recenseadores.

O salário será de R$ 1.700,00 para Agente Censitário Supervisor e de R$ 2.100,00 para Agente Censitário Municipal. Ambos terão jornada de trabalho de 40 horas semanais, 8 horas diárias.

As vagas estão distribuídas entre 4.612 municípios de todos os estados do país – veja o quadro de vagas por município para Agentes Censitários

Vagas para Recenseador

Já o edital nº 03/2020 conta com mais 180.557 vagas para o cargo de Recenseador, que exige ensino fundamental completo. A remuneração do Recenseador será por produção, calculada por setor censitário e pode chegar a R$ 4,5 mil no mês. A remuneração varia conforme taxa fixada por unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados. A jornada de trabalho será de, no mínimo, 25 horas semanais e poderá ser de até 50h na semana, caso o candidato opte. Após aprovação, é necessário ainda participar integralmente do treinamento. O IBGE disponibiliza uma ferramenta para simular o salário de um Recenseador no mês de acordo com a jornada de trabalho e o local de atuação.

Os Recenseadores farão a coleta de dados em campo para o Censo em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído na sua Área de Trabalho, registrando-as no dispositivo móvel de coleta, de acordo com as instruções recebidas e dentro do prazo para comparecer ao Posto de Coleta, conforme determinação do Agente Censitário Municipal ou do Agente Censitário Supervisor. Além disso, deve manter sigilo dos dados emitidos pelo informante; consultar relatórios diversos de acompanhamento de coleta no dispositivo móvel e sanar as eventuais pendências apontadas; zelar pelo bom uso de todos os materiais e equipamentos recebidos e devolver ao fim do contrato ao Agente Censitário Municipal ou ao Agente Censitário Supervisor. RELACIONADO

As 180 mil vagas são para todos os 5.569 municípios do Brasil – veja o quadro de vagas por município para Recenseador do IBGE. Fonte: Concurso IBGE 2020: Inscrição para 208 mil vagas está aberta