Hospital São Vicente agoniza de novo

Uma dívida acumulativa de 389 mil reais por mês é apenas um dos problemas do Hospital São Vicente de Paulo, onde o conselho consultor tem dificuldades até de expor a dura realidade já que considera a própria contabilidade do Hospital como confusa conforme revelou o conselheiro Marco Pereira. Além disso,  o interventor Marcio Rolim não foi convidado para a reunião e está demissionário. Sem falar que a intervenção da Prefeitura termina em julho e a possibilidade de ser renovada é muito difícil. O Hospital também está atrasado com seus funcionários e nem o 13º conseguiu pagar.

E parece que não é só a contabilidade que está confusa. Todas as autoridades presentes inclusive os deputados Ciro Simoni, Gabriel Souza e Ciro Simoni também querem mais esclarecimentos para tentar salvar o Hospital. Por isso uma nova reunião será marcada na semana que vem.

O prefeito Eduardo Abrahão também se manifestou dizendo que a prefeitura está fazendo tudo o que pode para ajudar o Hospital, mas que uma outras soluções deve ser feitas urgentemente.