Galpão para maiores aconteceu em novo endereço e com temática mexicana

No último sábado o Galpão das Artes, agora localizado na Rua 16 de dezembro, 1150, no Bairro Glória – Osório, promoveu uma noite quente no evento Galpão para maiores.

A noite contou com a apresentação da Banda Surreal, com o Rincón Food Truck de comida mexicana, Soldiers of Beer cerveja artesanal e, claro, não poderia faltar o teatro, que divertiu o público com a representação de Cafe com aroma de mujer.

 

DSC07528DSC07532

DSC07538DSC07544

DSC07573DSC07574

DSC07575DSC07576

 

Henrique Leal

Membro do Grupo Galpão das Artes

DSC07549

“Espero que a comunidade de Osório venha e que prestigie mais um ponto cultural que o espaço Galpão das Artes está oferecendo, agora em novo endereço, em uma estrutura física mais cultural, todos estão dizendo que tem mais a cara do Galpão. Espero que o pessoal venha não só no Galpão para maiores, mas também em outros eventos culturais que o espaço oferece”

 

Rodrigo Azevedo

Membro do Grupo Galpão das Artes

DSC07551

“No ano passado desenvolvemos algumas oficinas de teatro, e neste ano vamos retomá-las abrindo duas categorias de idades diferentes. Teremos oficinas kids, para crianças até sete anos, infantil de oito anos a 12, que não tinha ano passado, adolescente de 13 a 17, adulto de 18 em diante e, por fim, para terceira idade, que também não tínhamos ano passado. O espaço seguirá com suas programações normais, como o bazar cultural, o galpão para maiores e o dandô circuito musical. O mais legal de tudo é que não importa a casa, as pessoas continuam vindo, temos um retorno muito legal de quem já acompanha o trabalho do grupo e do espaço. Quanto às críticas, são muito bem vindas quando tem um cunho construtivo, o que nós semeamos dentro do grupo é que se pode falar o que pensa, mas o que importa é a maneira como se fala. Não dá para sair distribuindo críticas. O espaço Galpão das Artes tem o seu valor de contribuição para a comunidade, de cultura, de arte, somos um espaço muito aberto, nunca negamos ninguém de entrar aqui e participar dos eventos, mas acredito que o mundo será muito melhor se lidarmos com as coisas através do diálogo”

 

Texto e fotos: Vanessa Puls