“Comprovado: cada minuto na esteira da academia tem 600 segundos”

O que todos já desconfiavam agora foi comprovado pela ciência. Pioneiros em estudos sobre o Tempo, do curso de matemática da Faculdade Cenecista de Osório – FACOS, descobriram que quando o ser humano está fazendo exercícios na academia, seja na esteira, na bicicleta ou no transport, o tempo se transforma.
De acordo com o estudo, um minuto de um fim de semana, por exemplo, tem 60 segundos. Na esteira, tem 600. “-Por isso aquela sensação de que você foi ao Japão e voltou, mas o cronômetro só mostra 8 minutos”, diz Henrique Diagostini, coordenador do estudo.
Em outra situações também foram estudadas e comprovado que o mesmo acontece, por exemplo, numa sexta-feira, no trabalho, quase na hora da saída, cada minuto tem cerca de 300 segundos. Se é a sexta-feira antes das férias, o minuto tem cerca 900 segundos.

TEMPO