Cidadania no desfile da Semana da Pátria em Osório

Aconteceu no domingo dia 14. Um belíssimo desfile! Uma belíssima manifestação de cidadania, civismo e amor à Pátria, amor a sua terra osoriense.
Foi um momento em que Osório mostrou o que faz, o que quer e o que planeja no tempo presente para o amanhã. Refiro-me principalmente as Escolas e as inúmeras entidades comunitárias, testemunhando o cuidado com o meio-ambiente do planeta terra em sintonia com o programa “jogue limpo – Osório, cidade limpa”.
As mensagens das escolas mostraram seus objetivos de educação em todas as áreas, com muita criatividade.
Estive presente todo o tempo, assistindo tudo, aplaudindo o que via refletindo com muitas esperanças, o fazer educativo de Osório.
Fui homenageada sentindo-me muito honrada e mais comprometida com a educação e como educadora identificando-me em todo o momento com o desfile, pois a Semana da Pátria, sempre foi marcante na minha vida e muito forte na minha vida estudantil, vivenciada desde o General Osório, ainda criança marcando minha cidadania para sempre.
Durante o desfile, fiz minha reflexão frente ao que se prega na Campanha Eleitoral pela maioria dos políticos candidatos. – tudo está péssimo, tudo vai mal, será? Afinal, o que é cidadania? O que é educação? Estamos cuidando delas? É claro que necessitamos melhorar sempre, pois é um processo permanente de crescimento, aprendizagem e descobertas.
A cidadania tem como eixo comum o chamado a coerência de quem somos. É o alerta de que nosso compromisso é o de sua presença positiva através das nossas atitudes e ações, no ambiente onde vivemos, seja qual for sua realidade, seu contexto.
Certa vez um poeta brasileiro escreveu: Vivemos um tempo partido, tempo de homens e mulheres partidos… que sintetiza bem o mundo e a sociedade atual. Cada vez mais interligados e globalizados, mas que paradoxalmente tem grande individualismo, isolamento das pessoas, como também sofrimento, corrupção, egoísmo, ganancia do lucro e do poder, imperando a “lei do mercado”
Tudo isto junto, é o cenário que estamos vivendo na nossa Campanha Eleitoral que já está chegando no seu final.
Então vem a pergunta: como ser cidadão consciente e comprometido em um cenário assim? Não podemos cair nas armadilhas de políticos de todo tipo. Por outro lado, sabemos que a democracia, os direitos individuais de uma pessoa, lhe dá o direito de liberdade, de dizer o que pensa e acredita, até que ponto?
É hora de buscar esclarecimentos mais profundos da realidade humana, da realidade da nossa formação, da nossa visão de mundo, de Brasil, de estado, de cidade…
O Brasil é um país gigante pela própria natureza, e gigante pelo seu povo de todos os povos do mundo. Temos que recolocar no centro de nossas reflexões, que sociedade queremos, que humanidade queremos e aprender a cuidar do nosso planeta que é a Casa de todos nós.
A homenagem que recebi é nossa, é de toda a população em especial das Escolas pela esperança de hoje para o Amanhã mais belo e feliz.