Fernando Chemale

  • Quando os meios justificam os fins

    Quando os meios justificam os fins

    Odeio vender a imagem de “joãozinho do passo certo”. Primeiro porque meus pés simulam os ponteiros de um relógio travado em “dez para as duas”. Sim, tenho os pés tortos e usei por anos as horrorosas e ineficazes botas ortopédicas, enquanto meu sonho era calçar “kichutes”, que tinham fama de entortadores de pés. Como os […]


  • O que não aprendemos com Mandela?

    O que não aprendemos com Mandela?

    Demorou, mas a maioria de nós acabou aprendendo muito com o lendário líder Sul Africano. Aprendemos com ele que a cor da pele não mede nossa capacidade ou qualidade. Não nos diferencia em nada que não seja os cabelos, algum traço físico ou o fator do filtro solar a ser utilizar no verão. Porém, quando […]


  • Bem amigos da Rede Bobo…

    Bem amigos da Rede Bobo…

    Em 2006, errei e até comemorei por estar errado. Mas devido a isto, ao ver meu colorado se consagrar campeão da libertadores e do mundial sob o comando de Abel Braga, cuja contratação na época, bradei aos quatro ventos ser contra, prometi a mim mesmo aposentar meu lado comentarista de futebol, assim como já tinha […]


  • O elegante homem-cebola e os sábios porcos-espinhos

    O elegante homem-cebola e os sábios porcos-espinhos

    O ano passado foi o inverno de reclamar da chuva. Esse do frio. Mas essa é a estação das temperaturas baixas não deveríamos nos queixar. O problema é que o solstício de inverno aqui no Hemisfério Sul ocorrerá somente às 19h:34min do dia 20 de junho, ou seja, estamos encarangando há um mês praticamente, em […]


  • A Mulher-Gato e as cachorras

    A Mulher-Gato e as cachorras

    Não entendo a razão de utilizarem como adjetivo a expressão “cachorro” para caracterizar homens mulherengos e infiéis. Essa analogia não procede. Não há nada mais fiel e leal ao seu dono do que um cão. Aliás, creio que o sonho de muitas mulheres seria que seus maridos se comportassem como cachorros, falo dos animais, claro. […]


  • A borra do café no Corpus Christi

    A borra do café no Corpus Christi

    Assim como o fazem com cartas, búzios ou palmas de mãos, há quem vislumbre o futuro de alguém com a borra do café. Não sei exatamente o dia que vocês, queridos leitores dos Bons Ventos estão lendo este textículo, mas eu o escrevi no feriado de Corpus Christi. E, observando o fundo da minha xícara, […]


  • Não somos jucas

    Não somos jucas

    Essa é a típica situação onde eu adoraria estar errado e não ter agora que dizer “eu avisei” ou “eu já sabia”. Mas que eu avisei, eu avisei. Porém, não vou tripudiar sobre quem depositou suas esperanças sobre esses Sassás Mutemas, salvadores da pátria fajutos. Pelo contrário, me solidarizo, visto junto o nariz vermelho de […]


  • Faça amor, não faça a barba!

    Faça amor, não faça a barba!

    Houve um tempo em que os pelos do rosto masculino eram deuses. Está bem, forcei. Mas não estou de todo errado. Um fio de barba de um homem tinha valor sagrado, por si só era um atestado de garantia. Inclusive a origem do termo bigode vem da expressão germânica “bi Gott” usada nos juramentos que […]


  • Conhece-te a ti mesmo e torna-te quem tu és

    Conhece-te a ti mesmo e torna-te quem tu és

    O título acima não é meu, assim como a crônica que segue abaixo. Não que eu seja mãe ou esteja grávido, mas curti o final de semana com a minha “Véia” Prof. Elena, e para sorte de vocês, não escrevi nada. E como sempre acontece quando estou sem imaginação, ou só com preguiça mesmo, eu […]


  • Ainda prefiro o recreio

    Ainda prefiro o recreio

    Há duas semanas, venho querendo contar para vocês das minhas mini-férias e acabo falando sobre assuntos menos importantes como deputados cuspindo na cara dos outros, exaltando torturadores e votando o impeachment da presidente em nome de suas famílias e papagaios. Mas, enfim, agora conseguirei escrever sobre esse relevante fato. Nem sempre fui um aluno relapso […]