Caminhos

Muitos caminhos existem pela vida
Com seus lugares lindos de se ver.
Mas, nessas estradas esquecidas,
Quantos rumos deixamos de viver

Não deixe sonhos adormecidos
Tenha os desejos e os pés alados
Descubra, nesses mundos perdidos,
Os teus rios e vales encantados.

À margem, deixe os desalentos.
Um dia talvez os levem os ventos.
Ande. Sonhe. Ir é o rumo certo.

Mas, nos caminhos da tua ventura,
Não desista. Não ceda às agruras.
Há oásis somente nos desertos.