Câmara de Capão da Canoa discute implantação de um Centro de Referência da mulher

Audiência sobre a temática reuniu Legislativo, Executivo e Ministério Público

O Presidente da Câmara Municipal de Capão da Canoa, Floriano Pires (Nenê do Krep – PSB), a vereadora Professora Lavina (PDT), o jurídico do Legislativo e secretários municipais reuniram-se com a promotora de justiça, Dra. Bianca D’Alessandro Kosciuk, na Promotoria de Justiça. O tema da audiência foi a implantação de um Centro de Referência para a mulher vítima de violência doméstica.

De acordo com a promotora Bianca, o município de Capão da Canoa é carente por este tipo de atendimento, visto as reivindicações de muitas mulheres que necessitam de suporte. A vereadora Professora Lavina foi quem identificou essa problemática em uma audiência pública realizada na Câmara, no mês de junho. Inclusive, foi uma iniciativa da própria vereadora a audiência entre o Ministério Público, Legislativo e Executivo.

O Presidente da Câmara, Nenê do Krep, avalia o quão importante será esse Centro de Referência para a mulher. “Nesse local as mulheres da nossa comunidade receberão todo o apoio emocional, além da ajuda profissional de como proceder em situações de violência doméstica”, disse.

A procuradora da Câmara, Silvana Pinheiro Schacker, sinalizou a forma legal e eficiente de resolver a questão. Aliás, seus esclarecimentos foram decisivos para firmar um acordo satisfatório entre Legislativo e Executivo. Para tanto, um projeto piloto será implementado por meio de uma equipe de 12 servidoras especializadas no atendimento à mulher.

Nos próximos 30 dias, o Executivo deve apresentar ao Legislativo um projeto e posterior programa de apoio às mulheres vítimas de violência. O mesmo passará por apreciação dos vereadores e corpo técnico.