A vida em um passo de dança

Com 16 anos de pura dança, Stefany Ramos diz que já nasceu dançando. E para quem duvida ela já dançou em CTG, já fez ginástica rítmica, ballet infantil e aos nove anos de idade começou a praticar a dança do ventre, após veio a dança de salão e o pole dance. No dia 16 de outubro desse ano, Stefany participou da Copa Brasil e Sulamericana, em que ela ganhou o título de Campeã Brasileira de Dança Árabe, que ocorreu no Ginásio de Esportes de Tramandaí. Stefany conta que descobriu o campeonato faltando apenas três semanas. “Pude me dedicar muito pouco, pois faltavam poucos dias para competir” conta ela.
A menina, com apenas 16 anos, mostra que tem extrema dedicação e maturidade. Começou a dançar ainda muito pequena e já ganhou alguns prêmios como de melhor bailarina, primeiro lugar em dança do ventre infantil, em Osório, e terceiro lugar em dança do ventre infantil, em Balneário Pinhal. Além do mais, ainda esse ano passou uma semana em Curitiba, no Paraná, onde fez cursos de pole dance. “A dança é o ar que eu respiro. Passo mais tempo dançando do que fazendo outras coisas” conta a dançarina.
Stefany, além de tudo isso, atua como professora de dança do ventre nas escolas Marli Bublitz, em Osório, e no Espaço Integrado Equilíbrio, em Tramandaí. Ela conta que tem todo o apoio da família e dos professores e que pretende se dedicar para futuramente concorrer na Sulamericana. Com tudo isso, não resta dúvida de que ela ainda vai longe, e que como ela mesma diz: “a dança não tem idade nem condição física, basta querer”.

Vanessa Puls

 

12079563_705910012873306_8692271579144440749_n

Stefany Ramos

 

12248338_900447006670156_931980506_o

Fotos: Arquivo pessoal