A pele do homem

Preocupar-se com a boa aparência é algo fundamental, independentemente do sexo. As mulheres já são adeptas desses cuidados há algum tempo, mas os homens também passaram a prestar mais atenção nisso e é por isso que hoje já existem produtos específicos para a pele masculina. A principal diferença ocorre devido a questões hormonais. Os andrógenos, em especial a testosterona, causam mudanças na pele masculina desde o início da puberdade, persistindo por toda a vida.
Características da pele masculina:
1) Espessura da pele: a pele do homem é, em média, 25% mais espessa que a feminina, bem como a densidade do colágeno. É uma vantagem em termos de envelhecimento, pois a pele masculina tem menor tendência a flacidez do que a pele feminina; mas as rugas quando surgem, são mais profundas.
2) Oleosidade: os hormônios androgênicos (como a testosterona) estimulam o aumento do número de glândulas sebáceas, em especial em face e tronco, e também a maior secreção de sebo por elas. Isso causa pele oleosa, poros abertos e acne;
3) Pelos: Homem tem pelos de maior espessura e em maior quantidade que as mulheres, principalmente em face e tórax. Apesar de proporcionarem uma proteção extra à pele, esses pelos, especialmente a barba, podem causar transtornos por inflamações;
Principais problemas dermatológicos nos homens:
Acne: a acne tende a ser mais intensa, mais duradoura e com maior tendência a deixar cicatrizes;
Pseudofoliculite da barba: ocasionado pela presença de pápulas (bolinhas) vermelhas e até mesmo pus ao redor dos pelos. O quadro inflamatório pode deixar área escurecida residual (manchas) e até cicatrizes;
Rugas: embora os homens tenham a pele menos propensa à flacidez, as rugas de expressão são um problema maior já que a musculatura da face tende a ser mais forte. Os tratamentos são vários e incluem aplicação de toxina botulínica, preenchimentos, laser, etc;
Estrias: em adultos ou jovens que começam a fazer musculação e tem rápido ganho muscular, são comuns as estrias na parte interna dos braços e próximo das axilas. Também podem surgir estrias em abdome quando há um ganho de peso importante. Existem várias formas de tratamento a serem escolhidas de acordo com o estágio das estrias e o tipo de pele;
Câncer de pele: Podem ser de vários tipos e de modo geral são mais comuns em homens pela maior exposição solar ou a outros agentes cancerígenos, como o fumo.
Suor excessivo (Hiperidrose): é problema frequente em homens, principalmente em axilas, tronco, virilha, palmas e plantas do pé. O tratamento varia de acordo com o local e intensidade do problema;
Alopécia androgenética (Calvície): diversos tratamentos estão disponíveis visando a diminuição da queda de cabelo.
Micoses de pele: causadas por fungos, acometendo preferencialmente a pele do couro cabeludo, costas, virilha e unhas dos pés e mãos.